Chocolate naturalmente rosa é criado por processadora de cacau


Veja | 08/09/2017

Há 80 anos, a Nestlé inovava ao criar o chocolate branco – naquela época já existiam o chocolate preto e meio-amargo. Anos depois, o trio vai ganhar mais um concorrente: o chocolate Ruby. A novidade foi lançada na última terça-feira pela maior processadora de cacau do mundo, Barry Callebaut.

O novo chocolate, naturalmente rosa, estava sendo desenvolvido há 13 anos, desde que a processadora descobriu os grãos de cacau utilizados para a fabricação do Ruby. Os grãos podem ser encontrados na Costa Rica, Equador e Brasil, de acordo com o The Guardian.

Segundo a Barry Callebaut, o Ruby oferece uma nova experiência de sabor, que não é amargo, leitoso nem doce “mas uma tensão entre frutas frescas e deliciosa suavidade”.

Chocolate Rosa

“É natural, é colorido, é hedonista e tem um aspecto de indulgência, mas mantém a autenticidade do chocolate”, afirmou o CEO da Barry Callebaut, Antoine de Saint-Affrique, à Bloomberg. “Ele tem um bom equilíbrio e conversa com os millenials.”

O chocolate também está sendo chamado de pink millenial, em razão de sua tonalidade.

O Ruby deve chegar aos mercados do Reino Unido em seis meses, segundo o The Guardian. Ainda não há previsão para o Brasil.


Comentários